Com Renan Calheiros fora, briga pela presidência do Senado esquenta; Vital é cotado para o TCU

renan braga luiz henrique

José Maurício dos Santos

Com Renan Calheiros (PMDB-AL) fora da disputa pela Presidência do Senado, pelo menos na teoria, os nomes que despontam como favoritos são o dos senadores Luiz Henrique (PMDB-SC) e Eduardo Braga (PMDB-AM).

Braga larga na frente por ser mais afinado com o Planalto. Mas Luiz Henrique vem se destacando com articulador.

A aprovação pelo Senado de dois projetos de grande repercussão nos Estados e Municípios fortaleceu a liderança do senador. As negociações foram intermediadas pelo ex-governador catarinese junto ao governo federal por mais de um ano.

Na última semana, o gabinete de Luiz Henrique no Senado foi palco de uma grande negociação entre parlamentares, governadores, prefeitos, empresários e técnicos, em torno do fim da “guerra fiscal” entre os estados, além de articular a aprovação, por unânimidade, do projeto de renegociação da dívida de Estados e Municípios, do qual era relator.

Potencial candidato, Vital do Rêgo (PMDB-PB) tem outros planos: Tribunal de Contas da União (TCU) ou Ministério da Integração Nacional.

Para o TCU, conta como ponto positivo para Vital o fato de o governo querer alguém de confiança ao lado de José Múcio Monteiro para tocar o caso da Petrobras. Para a Integração, pesa o fato de o PT sempre dar preferência a um parlamentar nordestino.



Jose Mauricio dos Santos
Autor: Jose Mauricio dos Santos
Jornalista, Cientista Político e especialista em Marketing Político.

1 comentário

Deixe uma resposta